Sozinho, mas não solitário

Sozinho, mas não solitário

Se você acha que ninguém te ama, saiba com certeza que é amado. O mundo te ama; é por isso que está te segurando de pé. O amor do planeta é sua força gravitacional. O ar te ama; é por isso que ele se move através dos seus pulmões, mesmo quando você dorme. O Divino te ama muito, profundamente. Quando você se conscientizando disto, você nunca se sentirá solitário.

A companhia de alguém não pode satisfazer sua solidão. Mesmo se o fizer, é por pouco tempo. Você pode se sentir solitário, mesmo tendo companhia. Na realidade, a solidão só pode ser satisfeita ficando-se sozinho. Se você se sentir confortável estando sozinho por algum tempo, então você não sentirá solidão. Quando você não se sente solitário, você pode irradiar alegria em sua volta.

Se você desfruta estar consigo mesmo, você não será uma personalidade entediante. Se você é solitário, então você pode ser entediante para os outros. E isto o fará ainda mais solitário! Se a sua própria companhia te entedia, você imagina quão entediante você é para os demais?

Aqueles que têm companhia o tempo todo buscam o conforto do isolamento. Aqueles que estão isolados, se sentem solitários e querem companhia. Todos buscam um equilíbrio perfeito. O equilíbrio perfeito é como a lâmina da navalha e pode ser encontrada no Ser. Se você tirar algum tempo, digamos uma semana por ano, para ficar consigo mesmo e observar seus próprio pensamentos e emoções, você terá uma amostra do que quietude significa.

De tempos em tempos, tenha alguma distância de quem quer que seja próximo a você, tire algum tempo livre para o seu próprio espaço. Desde o momento que você acorda de manhã, você está sempre com pessoas e sua mente é tomada por pensamentos mundanos. Assim, durante algum tempo ao longo do dia, feche-se na caverna de seu coração. Então, você não se sentirá solitário nem quando estiver sozinho.

Viva bem a sua vida. Se você for útil para os outros durante toda sua vida, haverá centenas de milhares de pessoas para cuidar de você. Madre Teresa e Acharya Vinoba Bhave, por exemplo, ficaram doentes de cama por um longo tempo. Você pensa que não havia ninguém para fazer-lhes companhia? Havia centenas de pessoas esperando para tomarem conta deles e tudo que eles fizeram foi ser útil para as pessoas em volta deles.

Quando você elege servir como seu único propósito na vida, o medo é eliminado, há foco na sua mente, resolução para suas ações, e alegria no longo prazo. Toda vez que você estiver infeliz ou triste ou solitário, você estará encontrando seus limites. O limite e a divisão é que são as reais causas dos seus distúrbios. Você é feliz e em paz até que entra em contado com seus limites. No momento que você entra em contato com seus limites, a mente entra numa viagem e você sai do seu centro. Neste momento o que você pode fazer? Você pode ser agradecido e rezar por paz. Imediatamente, você começará a sorrir e seja qual for a situação sem esperança que você estiver, você vai sair dela.

Aprenda e desaprenda com o passado e siga em frente com zelo criativo e entusiasmo. Os tempos de experimentar fazem aflorar o melhor em você. Os tempos de recompensa dão o melhor do mundo para você. A vida é uma combinação de ambos.

(Sri Sri Ravi Shankar, líder humanitário e mestre espiritual Indiano)

Pense nisso e viva melhor!

Compartilhe com seus amigos nas redes sociais!

Sou autor do site Motivação e Foco, consultor comportamental, apaixonado por gente e pela vida.

Quero trocar experiências e conhecimento com você, deixe seu comentário, envie um e-mail e me siga nas redes sociais.

Não há comentários

Deixe uma resposta