A parábola do rei e suas quatro esposas

A parábola do rei e suas quatro esposas

Aquele rei tinha 4 esposas e se sentia o dono do mundo. Com cada uma das esposas ele tinha uma relação diferente.

A quarta esposa, era a que ele mais amava, comprava as mais belas roupas, joias, sapatos e tudo mais, gostava de paparica-la.

A terceira, era a mais bela, ele gostava de exibi-la, mas tinha muito medo de a perder.

A segunda, era a confidente nos momentos difíceis, sempre dava um bom conselho.

A primeira, ele ignorava, apesar de sua lealdade, mal se lembrava dela, e por isso, ela era muito magra e fraca.

Quando, a idade do rei já era avançada, ele ficou doente, e percebeu que certamente morreria, mas ele logo pensou: não faz mal, eu tenho 4 esposas e quem sabe elas morrerão comigo.

Chamou a quarta esposa até o seu quarto e perguntou se ela morreria com ele, porém ela logo disse: -Não rei, não seja louco, não irei com você!

O rei aborrecido, mandou chamar a terceira (aquela que ele tinha tanto medo de perder), e ele lhe fez a pergunta, ela porém logo lhe disse: -Não ó rei! Assim que você morrer eu me entregarei a outro!

O rei começou a chorar, mas se confortou ao se lembrar da segunda esposa, a confidente, certamente nesse momento difícil do rei, ela não teria somente uma palavra de consolo, mas o rei pensou: -Ela vai comigo!

Quando ela entrou, ele também perguntou se ela morreria com ele, ela disse: -Rei, eu te amo muito, ficarei com você até o fim, mas não posso morrer com você, assim que você morrer vou fazer um grande funeral para você.

O rei falou: -Eu não quero alguém que fique comigo, me vendo morrer, eu quero alguém que vá comigo, a segunda esposa, envergonhada se retirou.

O rei permaneceu chorando, e nem percebeu quando a primeira esposa entrou, quando ele a viu, logo ficou espantado e disse: -Você?

E ela disse: -Sim, rei, eu ficarei com você.

O rei perguntou se ela morreria com ele, e ela prontamente disse: -Sim, eu morrerei com você, e o rei arrependido, disse:

-Eu deveria ter cuidado melhor de você, agora você seria saudável, e poderia cuidar de mim, no entanto, eu sempre me dediquei as outras e elas vão me deixar.

Assim, o rei ficou ali com sua primeira esposa até os dois morrerem.

O rei é cada um de nós, a quarta esposa, é o nosso corpo: Nós queremos comprar as melhore roupas, e melhores coisas, mas quando morremos, o nosso corpo fica.

A terceira esposa, são as riquezas ou seja, tudo aquilo que você possui e tem medo de perder, a casa, o carro, a moto, as propriedades..mas é só morrermos, e tudo isso vai para os herdeiros…

A segunda esposa, a confidente, é a nossa família, nos ama, mas não podem fazer nada mais do que nos ver morrer e nos homenagear no velório.

A primeira, aquela que esquecemos, é a nossa alma, só lembramos dela quando morremos ou estamos na pior, e ela está magra e doente.

Autor: Pr. Juanribe Pagliarin

Pense nisso e viva melhor!

Compartilhe este texto com seus amigos nas redes sociais!

Sou autor do site Motivação e Foco, consultor comportamental, apaixonado por gente e pela vida. Quero trocar experiências e conhecimento com você, deixe seu comentário, envie um e-mail e me siga nas redes sociais.

VEJA TAMBÉM

Não há comentários

Deixe uma resposta