Não confunda baixa autoestima com humildade

Não confunda baixa autoestima com humildade

Algumas pessoas confundem a baixa autoestima com humildade e vivem tentando, de forma inconsciente, mascarar sua baixa autoestima alegando agir desse modo por ser uma pessoa humilde.

Neste artigo vamos demonstrar as principais diferenças entre baixa autoestima e humildade, para ajudar você a distinguir as diferenças.

A humildade é uma qualidade que se caracteriza pela modéstia, simplicidade, pela consciência de suas próprias limitações.

É a virtude de se manter no nível dos outros, de reconhecer que ninguém é pior ou melhor que ninguém e que todos estamos no mesmo nível de dignidade humana.

A humildade nos permite reconhecer nossos direitos e obrigações, nossos erros e acertos sem que tenhamos que atribuir aos outros a culpa ou o mérito por nossos erros ou acertos.

Por outro lado, a baixa autoestima é caracterizada por uma percepção negativa de si mesmo. É uma sensação de incapacidade ou de menor valor atribuída a si mesmo.

Esta percepção negativa não constitui um transtorno mental propriamente dito, mas é um elemento que pode estar associado a muitos distúrbios ou em diversos problemas que um indivíduo possui.

Características de uma pessoa humildade:

• Realiza sem esperar ser exaltado pelo feito;
• Sabe expor seu ponto de vista sem a preocupação de estar com a razão;
• Sabe debater as ideias dos outros de igual pra igual;
• Dá o melhor de si sem se preocupar com o que os outros vão pensar;
• Consegue analisar uma situação se colocando no lugar do outro;
• Age com realismo;
• Enxerga a vida com simplicidade;
• Tem prazer pela vida;
• Age com reconhecimento de si e do outro.

Alguns sinais que podem indicar baixa autoestima:

• Falta de confiança em sim mesmo;
• Dificuldade em expor seus verdadeiros sentimentos.
• Inabilidade de perdoar a si mesmo e aos outros;
• Medo das mudanças;
• Ausência de cuidados com a higiene pessoal;
• Insegurança quanto a suas habilidades;
• Dificuldade nas relações interpessoais;
• Pessimismo;
• Ansiedade excessiva;
• Ausência de iniciativa frente aos problemas;
• Necessidade excessiva de reconhecimento;
• Voz vacilante e em tom mais baixo;
• Aparência desleixada;
• Ombros curvados.

Agora que você já conhece as características que diferenciam a baixa autoestima da humildade, analise se você tem agido com humildade ou está com a autoestima em baixa.

Coso você chegue a conclusão de que está com a autoestima baixa não se preocupe, leia  o artigo 10 exercícios para elevar sua autoestima . 

Pense nisso e viva melhor!

Se este artigo foi útil para você deixe seu comentário e compartilhe.

Sou autor do site Motivação e Foco, consultor comportamental, apaixonado por gente e pela vida.

Quero trocar experiências e conhecimento com você, deixe seu comentário, envie um e-mail e me siga nas redes sociais.