Cuidado com as falsas amizades

Cuidado com as falsas amizades

Com quem você anda? Você escolhe as pessoas com quem se relaciona ou se deixa escolher? As pessoas com quem você se relaciona agregam valor à sua vida pessoal e profissional? Suas amizades são confiáveis? Você sente prazer em estar com essas pessoas? Quando as deixa, você se sente melhor? O que essas pessoas realmente agregam de valor? Você tem amigos reais ou só virtuais? Quem são eles(as)? Do que conversam? Você se sente bem ao lado deles(as)?

Um dos maiores segredos das pessoas de sucesso, tanto pessoal como profissional, está na sua rede de relacionamentos. Elas escolhem bem as amizades. Elas sabem da importância de um relacionamento saudável com pessoas com quem possa haver uma verdadeira troca de conhecimentos e experiências.

As pesquisas recentes mostram que as pessoas mais felizes são aquelas que têm mais amigos reais, verdadeiros amigos.

Este conselho que damos aos jovens e adolescentes, vale muito e cada vez mais para nós, adultos. É preciso escolher bem as pessoas com quem convivemos e é preciso conviver com muitas pessoas boas.

Preste atenção porque não estou dizendo para você ser alguém que “usa” amigos em benefício próprio ou que vê nas amizades somente uma utilidade pessoal ou profissional.

Não estou dizendo para você procurar ter amigos que possam servir a você de forma interesseira. Não é isso! O que quero dizer é que você precisa cuidar de seus relacionamentos para não se deixar contaminar por falsos amigos ou amigas que não querem o seu bem, o seu sucesso e que puxam você para baixo, incomodam você, e deixam você com um sentimento de vazio, de mal-estar.

O que quero dizer é para você tomar cuidado com amigos invejosos que ficam bisbilhotando a sua vida com fofocas e falações tanto de outras pessoas para você como de você para outras pessoas.

Estou escrevendo isto porque tenho ficado impressionado ao ver quantas pessoas têm sido vítimas de falsas amizades, de amizades prejudiciais.

Quantas pessoas têm sido vítimas de maus conselheiros que na verdade não suportam o sucesso alheio e como são infelizes não querem a felicidade das outras pessoas e fazem de tudo para destruí-las com o disfarce de amigo ou amiga.

Tenho visto oportunidades excelentes, casamentos felizes e bons empregos sendo jogados fora por pessoas que seguiram conselhos errados e maldosos.

Cuidado! Não caia na armadilha de pessoas que querem tirar você do caminho certo, da vida equilibrada, da felicidade de longo prazo e do verdadeiro sucesso. Escolha bem suas amizades e conselheiros(as).

Pense nisso. Sucesso!

Autor: Professor Luiz Marins

Compartilhe este texto com seus amigos nas redes sociais!

Sou autor do site Motivação e Foco, consultor comportamental, apaixonado por gente e pela vida. Quero trocar experiências e conhecimento com você, deixe seu comentário, envie um e-mail e me siga nas redes sociais.

Não há comentários

Deixe uma resposta