Desenvolvimento Pessoal

Neste período difícil de desemprego, recessão econômica e baixa expectativa, os profissionais de recursos humanos e gestores são unânimes em afirmar que o valor da formação, conhecimento, capacidade de criar, inovar, vontade de aprender e disponibilidade são os ingredientes fundamentais da sobrevivência e do sucesso.

Ainda mais em tempos de crise, as empresas não podem se dar ao luxo de ter pessoas de baixa produtividade em seus quadros e pessoas com melhor formação, em teoria, são mais produtivas, isto é, conseguem fazer mais e melhor com menos recursos. Assim, investir em conhecimento é hoje mais fundamental do que nunca.

E a verdade é que não há mais desculpas para deixar de investir em conhecimento nos dias atuais. Há dezenas de cursos, aulas, palestras, filmes, vídeos inclusive gratuitos disponíveis na internet. CLIQUE AQUI E CONHEÇA ALGUNS CURSOS QUE SELECIONAMOS PARA VOCÊ!

Há setores como o de energia eólica (vento), fotovoltaica (solar), bioenergia, agronegócio, saneamento, saúde, segurança, tecnologia de convergência, engenharia florestal, apenas para citar alguns indicados pelos dirigentes que entrevistei, que estão carentes de pessoas para atender contratos já assinados.

“As pessoas estão buscando emprego onde ele não existe e não se prepararam para os setores da economia em crescimento e que estão carentes de mão de obra” afirmou um dirigente de uma empresa especializada em recrutamento e seleção.

Assim, é hora de rever a nossa formação e buscar conhecimento onde ele está sendo exigido e, portanto, pago e bem pago. Portanto, seja você jovem ou já adulto, saia em busca do conhecimento e procure investir de forma séria e definitiva em sua formação.

Há anos vimos dizendo que o século XXI seria o século do conhecimento e da informação. Pois ele chegou e em momentos de crise essa verdade se torna mais clara e evidente. Não é hora de esperar milagres. É hora de colocar a cabeça no lugar e os pés no chão. Vencerão realmente os melhores.

Pense nisso. Sucesso!

(Autor: Professor Luiz Marins)

Confira esta LISTA ESPECIAL DE CURSOS para alavancar sua carreira profissional! Clique Aqui e Conheça!

No começo do século XX, um dos empresários mais bem-sucedidos dos Estados Unidos, Andrew Carnegie, decidiu que queria saber quais eram os denominadores comuns entre todos os grandes homens de sucesso da época.

Para isso, contratou um jovem chamado Napoleon Hill e deu a ele a tarefa de estudar – durante 20 anos – sobre as 6 mil pessoas mais ricas e poderosas do mundo e descobrir o que elas tinham em comum.

Hill não só as estudou como também entrevistou pessoalmente centenas delas, incluindo nomes como Thomas Edson, Graham Bell, George Eastman, Henry Ford, John Rockfeller, Theodore Roosevelt e Woodrow Wilson.

Depois de apresentado a Andrew Carnegie, o resultado do trabalho foi transformado em um curso, no qual Napoleon Hill definiu 16 leis que todas as pessoas de grande sucesso seguiam, conscientemente ou não.

Se você quer aprender mais sobre o tema, leia as 16 leis das pessoas de sucesso, que são:
1. Associação com outras pessoas com o mesmo perfil de pensamento

A primeira lei revela que todos os grandes homens tiveram que se associar a outras pessoas para conseguir realizar os seus objetivos.

Uma vez que todos compreenderam a interdependência, buscaram principalmente pessoas que seguiam uma mesma linha de pensamento. Assim, todos trabalhavam em rapport com seus sócios.

Napoleon Hill afirmava que a união de duas ou mais mentes gerava um todo que era maior do que a soma das partes, o que ele chamou de Master Mind – ou Mente Mestra. Sozinhos, nenhum deles teria conseguido o sucesso que conseguiu.

2. Objetivo principal definido

Outro ponto que ficou bastante claro durante a pesquisa foi que todas as pessoas que realizam seus sonhos tinham um objetivo principal claramente definido em suas mentes, muitas vezes ricos em detalhes.

Muita gente diz querer mudar de vida, mas quando são perguntadas o que realmente querem, se atrapalham para dizer. Sabem que não querem continuar do jeito que estão, mas não tem um objetivo claro de onde querem chegar, do que querem realmente mudar.

O objetivo principal na vida deve ser escolhido com um grande cuidado e, depois de escolhido, deverá ser escrito e colocado num lugar onde se possa vê-lo pelo menos uma vez por dia. Isso tem por efeito psicológico impressionar o subconsciente da pessoa de tal maneira que ela aceita esse propósito como um lema, um projeto, uma “planta” que finalmente dominará as suas atividades na vida e a guiará, passo a passo, para a consecução desse objetivo, segundo Napoleon Hill

Sem ter um objetivo traçado, é muito complicado realizar alguma coisa. Não devemos ser 100% orientados a metas, contudo se não tivermos um lugar para onde ir, será difícil saber como chegar lá.

3. Confiança em si próprio

As pessoas de sucesso entrevistadas demonstravam grande confiança em seu potencial. Se não para resolver o problema, para saber quem chamar para resolver.

A autoconfiança é essencial para quem quer empreender algo. Quem vai confiar um investimento em alguém que não demonstra segurança?

Qual cliente vai comprar algo de alguém que duvida de si mesmo?

4. Economia

A quarta lei das pessoas de sucesso é o hábito da economia. Em uma tradução mais moderna, podemos dizer que educação financeira é uma das regras essenciais para quem quer obter sucesso.

Embora o dinheiro não seja a única ferramenta para medir o sucesso de uma pessoa, quando estamos falando de negócios e empresas (que era o caso da maioria dos entrevistados de Napoleon Hill), essa é sim a principal medida de sucesso.

O estudo mostrou que os entrevistados sabiam controlar suas finanças e assim tinham sempre dinheiro para investir em oportunidades e para arriscar empreendimentos que, se não dessem certo, também não os iria deixar no meio da rua.

5. Iniciativa e Liderança

Um outro ponto bastante claro na pesquisa foi o de que todos os entrevistados tinham um perfil de líder e não de seguidor. Todos tomaram a iniciativa de assumir o controle de suas próprias vidas, de empreender, de sair da mesmice e levar outros associados juntos no caminho.

Embora algumas pessoas realmente não tenham o perfil de liderança, acreditamos que isso pode ser trabalhado e melhorado.

Para levar outras pessoas a trabalharem com você em uma iniciativa própria ou mesmo para convencer outros a comprarem seus serviços e produtos, é preciso demonstrar liderança.

6. Imaginação

Pensar fora da caixa. Essa é a sexta lei do triunfo identificada por Napoleon Hill entre os homens bem-sucedidos que ele entrevistou. Boa parte deles precisou muitas vezes usar a imaginação para pensar em um negócio que não existia, para criar uma solução na qual ninguém pensou antes, para criar coisas novas.

Existe uma série de técnicas para desenvolver a imaginação e a criatividade, mas o ponto principal é você forçar-se a mudar suas rotinas de ações e pensamentos e não ter receio de experimentar coisas novas.

7. Entusiasmo

Aqui chegamos a um ponto muito importante. Muita gente parece ter um desejo de mudar de vida, mas acaba não indo em frente. É como se faltasse o combustível para levar o carro adiante.

Segundo a pesquisa encomendada por Andrew Carnegie, esse combustível que move homens e mulheres rumo a grandes descobertas e a grandes empreendimentos é o entusiasmo.

Grande parte dos maiores realizadores do mundo eram absolutamente apaixonados por seus objetivos principais definidos, a ponto de isso despertar neles grande entusiasmo para seguir em frente, mesmo quando todas as condições pareciam adversas.

“O homem geralmente triunfa com mais facilidade num campo de esforços em que se lança de corpo, alma e coração.”  – Napoleon Hill

Criar entusiasmo em si mesmo – literalmente viver com paixão – é um dos desafios mais intensos e prazerosos que você pode impor a si mesmo.

8. Autocontrole

O oitavo ponto guarda muita identidade com o quinto (iniciativa e liderança). Ter autocontrole é, na verdade, ser o líder de si mesmo. É pensar no longo prazo, avaliar as consequências de cada ação, ter a ideia exata de que tudo o que você faz ou o aproxima ou o afasta do seu objetivo principal definido.

Não ser escravo das tentações mundanas ou de estados alterados de consciência – como a embriaguez, por exemplo – é um passo essencial para quem quer estar no comando da própria vida.

9. Hábito de fazer mais do que a obrigação

Segundo Napoleon Hill, existem dois tipos de pessoas que não vão para a frente: Uma são aquelas que não fazem o que lhes é pedido e a outra, aquelas que só fazem o que lhes é pedido.

Se você quer se destacar em sua área de atuação, precisa criar o saudável hábito de andar a milha extra: sempre fazer mais do que lhe pedem, sempre fazer mais do que é obrigado a fazer. Do contrário, você será apenas uma pessoa mediana, igual a tantas outras.

10. Personalidade atraente

Os negócios são resultados diretos de interações humanas. Cultivar uma personalidade atraente é ser uma figura agradável, simpática, bem apresentada. Não estamos falando aqui de padrões de beleza e sim de comportamentos que o tornem uma companhia agradável para os outros.

Existem pessoas que não fazem a menor questão de serem simpáticas. Elas estão no direito delas, porém para quem quer levar sua carreira a patamares mais altos, além de competência, é preciso ser uma companhia no mínimo agradável.

11. Pensar com Exatidão

Ter foco é outra lei essencial para quem quer obter sucesso. Devemos aprender a dirigir os nossos pensamentos somente para os assuntos, fatos e informações que, de alguma forma, nos deixarão mais próximos de nosso objetivo principal definido.

A meta é passar a raciocinar dedutivamente, apenas com base em fatos comprovadamente verdadeiros, que possuam importância real e que sejam úteis de alguma maneira.

12. Concentração

Esse ponto parece ser muito mais difícil hoje em dia do que na época em que a pesquisa foi realizada. Isso porque hoje boa parte da humanidade sofre com distúrbios de déficit de atenção.

As novas tecnologias e seus processos multitarefas nos oferecem tantas coisas que cada uma delas recebe apenas uma pequena fração da nossa atenção.

O resultado são trabalhos malfeitos, falta de foco, sensação de excesso de informação e um grande sentimento de frustração.

A saída aqui é treinar a própria mente para pensar com exatidão. Técnicas de meditação e o hábito de lidar com apenas uma coisa de cada vez, com foco total, são úteis para esse tipo de treinamento.

13. Cooperação

Além de se associar com pessoas com a mesma linha de pensamento, os homens de sucesso entendem que a cooperação é o melhor caminho para a realização pessoal e coletiva. Isso inclui ver os concorrentes apenas como outros players do mercado, não como inimigos. Significa ver os funcionários não como escravos, mas como pessoas que estão colaborando para tornar o seu sonho realidade.

A cooperação deve se dar em todos os níveis, pensando não somente no interesse próprio, mas também no bem-estar das pessoas com quem você se relaciona.

14. Fracasso

Como o fracasso pode ser uma das leis do sucesso? É simples: todas as pessoas que atingiram uma grande realização na vida, fracassaram algumas vezes antes. Na verdade, como diria Thomas Edson, aprenderam maneiras de “não inventar a lâmpada”.

O fracasso deve ser visto como um grande aliado. Cada vez que você falha, você descobre uma maneira de não realizar o seu objetivo. Elimina um caminho. Continue fazendo isso até você achar a trilha ideal.

Anthony Robbins em seus treinamentos pergunta: quantas vezes você deixaria o seu filho cair antes de desistir de ensiná-lo a andar? As pessoas respondem com simplicidade: ora, ele vai cair até conseguir andar. E aí está a fórmula mágica do sucesso! Não existe maneira de fracassar, apenas de aprender como não chegar lá.

15. Tolerância

Para lidar com o fracasso, com as limitações de outras pessoas e as suas próprias, com as adversidades que a vida nos impõe, é preciso ter uma boa dose de tolerância e paciência.

Você já deve ter percebido que não existe ninguém no mundo que consiga ter todas as coisas sob controle. Coisa que queremos não acontecem. Coisas que não queremos acontecem. O segredo é nos desapegar de querer controlar tudo e ter tolerância e paciência para ir acertando e errando até chegar onde queremos, seguindo sempre em frente.

A maior recomendação que alguém que está buscando uma melhoria na qualidade de vida pode receber é a de aproveitar toda a jornada, não apenas a realização da meta. O momento em que você realiza o objetivo é muito fugaz perto de todo o caminho que você tem para percorrer até ele.

Se você condicionar sua felicidade somente à realização dos objetivos, estará se condenando a uma vida triste.

16. Fazer aos outros aquilo que quer que seja feito a você mesmo

Conhecida como A Regra de Ouro, essa lei é usada em grande parte das religiões e filosofias de vida já criadas no mundo. Se ela fosse realmente levada a sério, viveríamos um mundo bem melhor.

No momento em que você percebe que somos todos – seres vivos e meio-ambiente – uma única rede interdependente, que a ideia de eu como uma coisa distinta e independente nada mais é do que uma ilusão, aí, meu amigo, temos uma grande oportunidade de nos libertarmos de padrões limitadores.

Tratar as outras pessoas como a si mesmo é um passo importante para essa compreensão.

Agora é com você!

Se você quer ter mais foco para se desenvolver, estudar, aprender algum idioma, realizar e concluir projetos, realizar as metas/objetivos, melhorar resultados profissionais e dos negócios, ter independência financeira, começar um negócio próprio ou fazer o atual crescer, ter mais clientes, crescer profissionalmente ou fazer uma transição de carreira, CLIQUE AQUI E CONHEÇA O PODER DO FOCO!

Pense nisso e viva melhor!

Compartilhe este texto com seus amigos nas redes sociais!

Durante minha vida profissional, eu topei com algumas figuras cujo sucesso surpreende muita gente.

Figuras sem um vistoso currículo acadêmico, sem um grande diferencial técnico, sem muito networking ou marketing pessoal. Figuras como o Raul.

Eu conheço o Raul desde os tempos da faculdade. Na época, nós tínhamos um colega de classe, o Pena, que era um gênio.

Na hora de fazer um trabalho em grupo, todos nós queríamos cair no grupo do Pena, porque o Pena fazia tudo sozinho.

Ele escolhia o tema, pesquisava os livros, redigia muito bem e ainda desenhava a capa do trabalho – com tinta nanquim.

Já o Raul nem dava palpite. Ficava ali num canto, dizendo que seu papel no grupo era um só, apoiar o Pena.

Qualquer coisa que o Pena precisasse, o Raul já estava providenciando, antes que o Pena concluísse a frase. Deu no que deu.

O Pena se formou em primeiro lugar na nossa turma. E o resto de nós passou meio na carona do Pena – que, além de nos dar uma colher de chá nos trabalhos, ainda permitia que a gente colasse dele nas provas.

No dia da formatura, o diretor da escola chamou o Pena de ‘paradigma do estudante que enobrece esta instituição de ensino’.

E o Raul ali, na terceira fila, só aplaudindo.

Dez anos depois, o Pena era a estrela da área de planejamento de uma multinacional.

Brilhante como sempre, ele fazia admiráveis projeções estratégicas de cinco e dez anos.E quem era o chefe do Pena? O Raul.

E como é que o Raul tinha conseguido chegar àquela posição? Ninguém na empresa sabia explicar direito.

O Raul vivia repetindo que tinha subordinados melhores do que ele, e ninguém ali parecia discordar de tal afirmação.

Além disso, o Raul continuava a fazer o que fazia na escola, ele apoiava.

Alguém tinha um problema? Era só falar com o Raul que o Raul dava um jeito.Meu último contato com o Raul foi há um ano. Ele havia sido transferido para Miami , onde fica a sede da empresa.

Quando conversou comigo, o Raul disse que havia ficado surpreso com o convite. Porque, ali na matriz, o mais burrinho já tinha sido astronauta…

E eu perguntei ao Raul qual era a função dele. Pergunta inócua, porque eu já sabia a resposta.O Raul apoiava. Direcionava daqui, facilitava dali, essas coisas que, na teoria, ninguém precisaria mandar um brasileiro até Miami para fazer.

Foi quando, num evento em São Paulo , eu conheci o Vice-presidente de recursos humanos da empresa do Raul.

E ele me contou que o Raul tinha uma habilidade de valor inestimável:… ELE ENTENDIA DE GENTE!

Entendia tanto que não se preocupava em ficar à sombra dos próprios subordinados para fazer com que eles se sentissem melhor, e fossem mais produtivos.

E, para me explicar o Raul, o vice-presidente citou Samuel Butler, que eu não sei ao certo quem foi, mas que tem uma frase ótima: “Qualquer tolo pode pintar um quadro, mas só um gênio consegue vendê-lo”.

Essa era a habilidade aparentemente simples que o Raul tinha, de facilitar as relações entre as pessoas.

Perto do Raul, todo comprador normal se sentia um expert e todo pintor comum, um gênio.Essa era a principal competência dele.

“Há grandes Homens que fazem com que todos se sintam pequenos. Mas, o verdadeiro Grande Homem é aquele que faz com que todos se sintam Grandes”.

Autor: Max Gehringer – CBN

Pense nisso e viva melhor!

Compartilhe este texto com seus amigos nas redes sociais!

Viver estressado no trabalho é uma bomba com data e hora para explodir. O estresse pode afetar não somente sua carreira e resultados profissionais, mas também profundamente sua saúde mental e física.

Você passa seus dias de trabalho pensando nas próximas férias e não vê a hora de se livrar dos fatores geradores do estresse? Sua produtividade vem caindo, seu comportamento, seu humor não é mais o mesmo e sua imagem começa a se desgastar com colegas de trabalho e gestores?

Atenção! Se o estresse não for combatido, vai pouco a pouco, minando sua atuação profissional, pois diminui seu foco, sua capacidade de concentração, de ver claramente as situações, de resolver problemas, de lidar com as pessoas, de expressar seus sentimentos corretamente. Ele vai aumentando seu esgotamento mental e atacando seu físico, pois hiperestimula seu organismo para reagir contra as ameaças que está sofrendo (reais ou imaginárias), quer seja lutando ou fugindo.

Essa hiperestimulação faz com que você sinta:

  • Ansiedade constante
  • Tensão muscular nos ombros, rosto, costas, mandíbula e mãos
  • Tremores por batimentos cardíacos elevados
  • Palpitações
  • Palmas das mãos úmidas
  • Falta de memória
  • Ataques de raiva
  • Irritabilidade
  • Ataques de pânico, entre outros sintomas.

O estresse faz um bom estrago no seu bem-estar como um todo. É horrível se sentir assim.

OK, agora a pergunta é: o que fazer para combater esse quadro de calamidade?

Abaixo, apresento 10 dicas para reduzir consideravelmente o estresse com base na metodologia coaching:

1.PLANEJAR, planejar, planejar: organize-se, coloque todas as suas tarefas e projetos no papel. Defina prazos, estabeleça prioridades, tire da frente tudo o que não for importante e foque em terminar tudo o que começou.

2.Reconheça SEUS LIMITES: perfeccionismo e metas extremamente altas podem causar um grande desgaste. Assuma para si mesmo quais são suas reais capacidades no momento e diminua seus níveis de exigência.

3.Tenha VÁLVULAS DE ESCAPE: desenvolva um hobby, um passatempo, uma atividade que tire seu foco das situações estressantes e que te ajude a fugir dos problemas do dia a dia

4.Pare de criticar os outros, foque no POSITIVO: comece a observar as características positivas das pessoas que estão a sua volta, aprenda a elogiá-las de maneira sincera. Reconheça também seus pontos positivos e valorize-se por seus feitos e méritos

5.Aprenda a tolerar e a PERDOAR: procure se colocar no lugar dos outros, tente entender as motivações alheias e porque agem de determinadas formas. Aceite que você não pode mudar as pessoas, pode somente mudar a si mesmo. Aprenda a perdoar a si mesmo também.

6.Evite competições DESNECESSÁRIAS: dê um boi para não entrar em uma briga, não se envolva em mais disputas. Entenda que todos têm o direito de pensar e de opinar como desejam. Evite assuntos polêmicos. Fique na sua.

7.EXERCITE-SE: tente incluir em sua rotina algum tipo de exercício físico. Natação, artes marciais, futebol, voleibol, pratique tênis, uma academia. Procure seu médico e cheque suas condições físicas. Se está sem dinheiro para realizar uma atividade paga, escolha uma atividade gratuita e ao ar livre como caminhadas e corridas, por exemplo.

8.Aprenda alguma TÉCNICA DE RELAXAMENTO, SEM uso de DROGAS: conheça práticas como a meditação, a yoga, o tai chi chuan, técnicas de visualização guiada, entre outras e escolha seu método. É incrível o que essas técnicas de relaxamento são capazes de fazer por pessoas estressadas.

9.FALE sobre seus PROBLEMAS: compartilhe suas questões com alguém de confiança e fale sobre esse cenário de estresse. Pode ser um amigo, familiar, alguém da sua religião, um psicólogo, um terapeuta, um mentor, um coach. Isso vai lhe trazer grande alento e soluções.

10.Pense de forma diferente, MUDE SUAS CRENÇAS: pensar de maneira diferente faz com que veja os outros ângulos da questão. Faz com que encontre soluções até o momento não imaginadas. Mudar crenças permite que você ultrapasse limites, vá além, e tenha resultados impensáveis.

Bem, nesse momento você está imaginando que é “impossível” por em prática esta lista de 10 dicas. Você está se lembrando, por exemplo, quantas vezes se matriculou em uma academia para se exercitar e não foi nenhuma vez. Você está pensando que não consegue relaxar usando meditação, porque não consegue parar de pensar no trabalho, na vida, na casa, nos filhos, … etc, etc, etc…

O desafio aqui é grande, não vou negar. E você é o único responsável por sua situação estar da forma como está. Se você não pegar o touro a unha, nada vai mudar, ou melhor, vai mudar sim, para pior! Seu cenário pode evoluir para um enfarto, um AVC, enfim, uma lista de problemas de saúde totalmente desnecessários.

Meu convite é o seguinte: comece aos poucos. Pegue esta lista e vá realizando cada um dos itens conforme dá. Isso mesmo, baby steps, passos de bebê… Pegue hoje o item 3 (Tenha válvulas de escape) e o coloque em prática. Depois, pegue, por exemplo, o item 9 (Fale sobre seus problemas) e convide um amigo para um café. Diga que precisa conversar, trocar ideias sobre sua situação atual.

Quebre o ciclo vicioso do estresse. Vá praticando cada um dos itens da lista no seu ritmo, respeitando seu jeito de ser e você verá que os resultados serão incríveis.

Autor: Évora Ferraz

Pense nisso e viva melhor!

Compartilhe este texto com seus amigos nas redes sociais!

Uma das principais características das pessoas de sucesso é que elas literalmente se empurram para a frente. A verdade é que elas se empurram para a frente em todas as circunstâncias. Elas leem mesmo sem ter vontade de ler. Estudam sem ter vontade de estudar. Cumprem seus compromissos mesmo quando não têm vontade de cumprir.

Elas forçam sua vontade. Dominam sua vontade. Elas não se deixam escravizar pelos caprichos de uma preguiça e não caem na tentação de deixar para depois. Elas fazem na hora o que deve ser feito. Elas se empurram para a frente!

Muitas pessoas de sucesso com quem conversei e para quem mostrei minha admiração pela capacidade que possuem de fazer as coisas, de empreender, de estar presentes, de participar, de se comprometer, me disseram, com toda a sinceridade e clareza, que se fosse somente pela disposição de ir, estar ou fazer, jamais fariam.

Elas me confessaram que sentem preguiça; vontade de não ir; vontade de não fazer, mas que vencem essas preguiças e faltas de vontade simplesmente indo, fazendo.

Ou seja, elas se empurram para a frente. Elas acordam cedo não porque não tenham sono ou porque detestem dormir ou ficar na cama. Elas simplesmente acordam cedo porque se empurram para fora da cama!

A determinação de se empurrar para a frente quando a vontade e as demais pessoas querem empurrá-las para trás ou as deixar paradas onde estão é o grande segredo do sucesso dos empreendedores, dos que fazem a diferença no mundo, na empresa e mesmo para outras pessoas.

Muitos de nós pensamos que pessoas vencedoras são pessoas de sorte e apenas sorte. Achamos que as coisas para elas são sempre fáceis e que elas têm uma vontade especial de fazer e empreender.

A verdade, porém é outra. Gostaria que você prestasse atenção às pessoas de sucesso de qualquer área de atividade e constatasse essa verdade. Elas se empurram para a frente. Elas vão.

Elas não se acomodam. Elas se desafiam a todo instante para continuar caminhando e vencendo.

E você? Para onde você se empurra?

Pense nisso. Sucesso!

Autor: Professor Luiz Marins

Compartilhe este texto com seus amigos nas redes sociais!

Estrelismo é querer aparecer, querer ser estrela. Muitas vezes também significa ter um comportamento arrogante de querer ser tratado(a) como estrela (ou astro), pois o estrelismo também se refere a pessoas do sexo masculino.

Muitas vezes o estrelismo é causado pelo fato do funcionário mais antigo ter informações que outras pessoas não possuem sobre o passado da empresa, sua história, etc. Muitas vezes o estrelismo tem como causa a proximidade com a direção ou chefias.

Pessoas que trabalham muito próximo à diretoria podem começar a pensar que também são diretores e ter comportamentos de estrelismo. Certa vez fiz um trabalho num hotel de luxo que recebia artistas famosos e até príncipes e princesas. Os hóspedes comuns reclamavam do estrelismo dos garçons e camareiras, que de tanto atender príncipes e princesas estavam se achando igualmente membros de alguma família real e tratavam hóspedes comuns com arrogância e desdém.

Algumas funções são mais vulneráveis ao vírus do estrelismo. Secretárias devem tomar muito cuidado para não se esquecer que sua função é servir. Motoristas de diretoria muitas vezes podem pensar que detêm cargos de direção. Só que sua direção deve ser apenas o volante do automóvel e não a direção da empresa.

Da mesma forma as pessoas que cuidam das áreas financeiras, controle, auditoria, que têm “a chave do cofre” e que às vezes se esquecem de que eles podem ter a chave, mas o cofre não é deles. O mesmo pode ocorrer com as áreas técnicas, de engenharia, pesquisa e desenvolvimento, recursos humanos e, na verdade, em qualquer setor. É preciso cuidado e muita humildade para não se deixar contaminar pelo vírus do estrelismo.

O estrelismo é prejudicial à empresa, é claro. Mas é ainda mais prejudicial àqueles que se sentem estrelas ou astros, pois poderão ser vítimas do afastamento das pessoas. O vírus do estrelismo é muito perigoso até mesmo para artistas, desportistas, políticos, e muitas vezes mortal para o sucesso de qualquer pessoa.

Pense nisso. Sucesso!

Autor: Professor Luiz Marins

Compartilhe este texto com seus amigos nas redes sociais!

“Devemos ainda lembrar que se você não usar sua paixão, ela vai definhar. Não se esqueça: a coragem sem uso diminui. O empenho sem exercício murcha. O amor não partilhado se dissipa. ”

 

“Temos de nos lembrar que obtemos o que focalizamos na vida. Se insistimos em focalizar o que não queremos, teremos mais disso. O primeiro passo para criar qualquer mudança é decidir o que você de fato quer, a fim de ter algo para o qual avançar. ”

 

“Descobri que vinte por cento de qualquer mudança são saber como; mas oitenta por cento são saber por quê. Se reunirmos um conjunto bastante forte de razões para mudar, podemos mudar em um minuto algo que levamos anos sem conseguir mudar. ”

 

“Qualquer padrão de emoção ou comportamento que seja reforçado de um modo contínuo se tornará uma reação automática e condicionada. Qualquer coisa que deixamos de reforçar acabará por se dissipar. “

 

“Se você deseja mesmo que alguém o procure, então precisa responder com satisfação quando a pessoa telefona. Se disser que sente saudade, que a ama, como fica feliz por falar com ela, não acha que a pessoa se tornará mais propensa a ligar de novo? Lembre-se de que deve vincular prazer a qualquer comportamento que deseja que alguém repita. “

 

“Que sensação saber que sem sombra de dúvida eu tinha a informação, as estratégias, as filosofias e técnica que poderiam ajudar a qualquer uma daquelas pessoas a efetuar as mudanças que mais desejassem! “

 

“Muita gente não tem ideia da imensa capacidade que podemos comandar imediatamente quando focalizamos todos os nossos recursos para dominar uma área de nossas vidas. O Foco concentrado é como um raio laser, capaz de cortar qualquer coisa que pareça estar detendo você. “

 

“Aprendi que os recursos de que precisamos para transformar nossos sonhos em realidade estão dentro de nós, aguardando apenas o dia em que decidirmos despertar e exigir aquilo a que temos direito. “

 

“Na verdade, muitas pessoas receiam tentar mudar porque acreditam inconscientemente que a mudança será apenas temporária. “

 

“Sempre que você quiser sinceramente efetuar uma mudança, a primeira coisa que precisa fazer é elevar seus padrões. Quando me perguntam o que realmente mudou minha vida oito anos atrás, eu digo que a coisa mais importante foi mudar o que eu exigia de mim mesmo. Fiz uma lista de todas as coisas que não aceitaria mais na vida, de todas as coisas que não ia mais tolerar, e de tudo o que aspirava a ser.“

 

“Mudar uma organização, uma companhia, um país — ou o mundo — começa com o simples passo de mudar a si próprio. “

 

“Se você levantar seus padrões, mas não acreditar realmente que poderá atingi-los, é que já sabotou a si próprio. Nem chegará a tentar; estará lhe faltando a convicção que tornaria possível usar a capacidade que está escondida dentro de você. “

 

“A melhor estratégia, em quase todos os casos, é encontrar um modelo, alguém que já esteja conseguindo os resultados que você almeja, e depois explorar seus conhecimentos. Aprenda o que essa pessoa está fazendo, quais são suas convicções básicas, e como pensa. Isso não só o Tornará mais eficaz, como também poupará muito tempo, porque não terá que reinventar a roda. O que você pode fazer é melhorar os detalhes, remoldá-la, e talvez torná-la ainda melhor. ”

 

“Na vida, muita gente sabe o que fazer, mas poucos são aqueles que realmente fazem o que sabem. Saber não é o bastante! É preciso que você entre em ação. “

 

“Se você realmente decidir, poderá fazer quase qualquer coisa. Se não gosta do relacionamento em que está envolvido agora, tome a decisão de mudá-lo. Se não gosta do seu emprego atual, mude de emprego. Se não gosta do modo como se sente a seu próprio respeito, modifique isto. Se é um nível mais alto de vitalidade física e saúde o que você quer, pode mudar agora. Em um momento, você pode usar o mesmo poder que moldou a História. ”

 

“Precisamos compreender que nossas convicções possuem a capacidade de nos deixar doentes ou nos tornar saudáveis de um momento para outro. Já se comprovou que as convicções afetam os sistemas imunológicos. ”

 

“Uma única mudança numa convicção global restritiva você pode praticamente mudar todos os aspectos de sua vida num momento! Lembre-se: Uma vez aceitas, nossas convicções tornam-se ordens inquestionáveis para o sistema nervoso, e possuem o poder de expandir ou destruir as possibilidades do nosso presente e futuro. ”

 

“Tomei conhecimento de uma série de tecnologias, que podiam promover mudanças nas vidas das pessoas com a rapidez de um raio: tecnologias simples, como a Gestalt, e instrumentos de influência, como a hipnose ericksoniana e a Programação Neurolinguística. Quando percebi que esses instrumentos podiam de fato ajudar as pessoas a criarem em minutos mudanças que antes levavam meses, anos ou até décadas. ”

(Citações do livro Desperte Seu Gigante Interior – Anthony Robbins)

Saiba Mais Sobre Este Livro – CLIQUE AQUI!

Pense nisso e viva melhor!

Compartilhe este texto com seus amigos nas redes sociais!

Dedicação é a capacidade de se entregar à realização de um objetivo. Não conheço ninguém que tenha progredido na carreira sem trabalhar pelo menos doze horas por dia nos primeiros anos. Não conheço ninguém que conseguiu realizar seu sonho sem sacrificar sábados e domingos pelo menos uma centena de vezes.

Da mesma forma, se você quiser construir uma relação amiga com seus filhos, terá de se dedicar a isso, superar o cansaço, arrumar tempo para ficar com eles, deixar de lado o orgulho e comodismo. Se quiser um casamento gratificante, terá de investir tempo, energia e sentimentos nesse objetivo.

O sucesso é construído à noite! Durante o dia você faz o que todos fazem. Mas, para conseguir um resultado diferente da maioria, você tem de ser especial. Se fizer igual a todo mundo, obterá os mesmos resultados.

Não se compare à maioria, pois, infelizmente, ela não é modelo de sucesso. Se você quiser atingir uma meta especial, terá de estudar no horário em que os outros estão tomando chope com batatas fritas. Terá de planejar, enquanto os outros permanecem à frente da televisão. Terá de trabalhar, enquanto os outros tomam sol à beira da piscina. A realização de um sonho depende da dedicação.

Há muita gente que espera que o sonho se realize por mágica. Mas toda mágica é ilusão . E ilusão não tira ninguém do lugar onde está. Ilusão é combustível de perdedores.

Roberto Shinyashiki

Pense nisso e viva melhor!

Gostou? Então compartilhe com seus amigos nas redes sociais!

Percebo que as pessoas que decidem transformar sua vida desenvolvem um tipo especial de atitude. Elas se empenham em cada ação como se a vida inteira dependesse desse esforço. Elas vêem a construção do futuro como a única forma de viver como fazem os oficiais com seus soldados em situações desfavoráveis de batalha. Em outras palavras, decidem queimar as pontes que permitem retroceder.

Nessas decisões radicais, é importante assumir, também, um comportamento radical.

Nos grupos de Alcoólicos Anônimos fala-se muito sobre o perigo de tomar um único copo de bebida, pois a decisão de parar de beber tem que vir acompanhada de uma atitude do tipo tudo ou nada. Uma pessoa dependente dos pais que resolve morar sozinha não pode mais chegar atrasada ao emprego porque perdeu a hora. Terá, pelo menos, de comprar um despertador eficaz porque não haverá ninguém para acordá-la toda manhã.

Um empresário que está à beira da falência não pode continuar gastando sem nenhum controle.

A decisão de partir para o tudo ou nada é somente o primeiro passo. Depois da decisão, precisa haver atitude. Há pessoas que se casam, mas querem levar a vida de solteiras. Resultado: o casamento fracassa. Há pessoas que decidem ter filhos, mas querem continuar a viver como se os filhos não existissem. Resultado, teremos crianças órfãs de pais vivos.

Lembre-se, há dois tipos de atitudes: as atitudes tudo ou nada e as atitudes mais ou menos. Uma atitude mais ou menos sempre leva a um resultado medíocre.

É importante entender com toda clareza que, durante um processo de transformação radical, a atitude de fazer um pouco de cada vez nos trará resultados muito parecidos aos que teríamos se não fizéssemos nada.

Quem quer fazer uma revolução na vida precisa tomar uma atitude radical. E, quando se toma uma decisão radical, é preciso continuar caminhando pela estrada que escolhemos com comprometimento, determinação e fé.

Nossas atitudes devem ter a mesma intensidade das decisões que tomamos.

Uma atitude tudo ou nada é mergulhar em um novo amor como se sua respiração dependesse da respiração do seu companheiro.

É sair da casa dos pais e cuidar de suas responsabilidades como se houvesse apenas você no mundo para pagar suas contas. É aprender uma nova profissão como se sua vida dependesse dessa empreitada. É abraçar o novo emprego como se essa fosse a última oportunidade de sua vida. Porque é preciso correr atrás de nossos objetivos com a determinação de um faminto que anseia por um prato de comida. Buscar a água como um homem perdido no deserto. Dançar a música da vida como se seu corpo e sua alma fossem os instrumentos dessa música!

Afinal, se você romper as grades da gaiola, mas não bater as asas para valer, jamais poderá voar de verdade!

Roberto Shinyashiki

Pense nisso e viva melhor!

Gostou? então compartilhe com seus amigos nas redes sociais!

Na busca pelo sucesso trilhamos caminhos desconhecidos. E neles há diversas armadilhas prontas, para nos deter no caminho e impedirmos de alcançar o tão desejado sucesso.

Para lhe ajudar a escapar destas armadilhas, verifique neste post algumas destas armadilhas sugeridas pelo antropólogo e consultor de empresas Luiz Marins, que são:

Armadilhas do caminho do sucesso
  1. Falta de humildade em reconhecer que ninguém chega no podium sozinho;
  2. Ingratidão aos que ajudaram a vencer;
  3. Desejo de aparecer;
  4. Tratar mal as pessoas;
  5. Não se atualizar – achar que já sabe tudo;
  6. Não ajudar outras pessoas a vencer;
  7. Desonestidade e falta de ética;
  8. Ganância;
  9. Não ter vida familiar e afetiva estável;
  10. Falta de espiritualidade – afastar-se de Deus.

 

Pense nisso e viva melhor!

Gostou? Então compartilhe com seus amigos nas redes sociais!

RANDOM POSTS

Havia um homem rico e feliz, em uma província chamada felicidade. Conta a história que ele possuía três hábitos que envolviam três objetos estranhos...