A bicicleta de Deus

A bicicleta de Deus

Certo dia um jovem cheio de dúvidas foi falar com um velho sábio e lhe perguntou:

– Mestre, como posso saber se estou vivendo de forma correta? Como posso ter certeza de que tudo que faço é o que Deus me pede para fazer?

O velho sábio sorriu satisfeito e disse:

– Uma noite fui dormir com o coração muito aflito, pois estava a tentar, sem sucesso, responder a estas perguntas. Foi então, que tive um sonho… Sonhei com uma bicicleta com dois selins. Vi que a minha vida era como andar numa bicicleta para duas pessoas.

– E vi que Deus ia sentado no selim, atrás de mim e me ajudava a pedalar… Mas aconteceu que Deus me disse para trocar de lugar. Eu concordei, mas a partir desse momento a minha vida nunca mais foi a mesma, pois, Deus tinha transformado a minha vida.

Percebi que quando eu estava conduzindo, eu sabia o caminho. E tudo era desencontrado, chato e previsível.

Mas, quando Deus começou a guiar, tudo era diferente… Ele conhecia lindos atalhos e subia as montanhas, por lugares rochosos em alta velocidade…

Eu continuava sentado no selim. Tudo era maravilhoso! O vento no rosto e Deus continuava a dizer: pedala, pedala! Às vezes fiquei preocupado, e quando perguntei “Senhor, mas para onde me estás a levar?” Ele apenas sorriu e não respondeu. Entretanto, eu não sei como, comecei a confiar.

Logo esqueci a minha vida chata e entrei na aventura e quando eu dizia “Senhor, estou com medo”, Ele voltava-se para trás, tocava na minha mão e imediatamente uma grande serenidade substituía o medo. Ele levou-me….

Durante a viagem algumas pessoas deram-me presentes para levar comigo ao longo do caminho e Deus disse-me: “Entrega os presentes… São bagagem a mais, muito peso”. Então, comecei a dar os presentes às pessoas que encontrávamos e percebi que em dar presentes era eu que recebia e o nosso fardo se tornava mais leve.

No começo não confiava Nele a comandar a minha vida. Pensei que me levaria ao desastre. Mas Ele conhecia os segredos da bicicleta, sabia como incliná-la nas curvas fechadas, pular para superar lugares cheios de pedras, voar para encurtar os caminhos difíceis e estou aprendendo a ficar calado… E a pedalar nos lugares mais estranhos e já aprecio o panorama ao redor e a brisa fresca no rosto com um companheiro de viagem maravilhoso, como é Deus.

E quando eu achava que não aguentaria mais seguir em frente Ele apenas sorria e dizia: “Não te preocupes, Eu guio e tu pedalas”!

Autor: Desconhecido

 

Deixe deus guiar sua “bicicleta”!

Pense nisso e viva melhor!

Gostou? Então compartilhe com seus amigos nas redes sociais!

Sou autor do site Motivação e Foco, consultor comportamental, apaixonado por gente e pela vida. Quero trocar experiências e conhecimento com você, deixe seu comentário, envie um e-mail e me siga nas redes sociais.

Não há comentários

Deixe uma resposta